A arte de ser infeliz


Um livro para ler hoje e consultar sempre.

Uma obra que conversa com as pessoas sobre as armadilhas emocionais que enfrentamos no dia a dia: nos relacionamentos, no trabalho, na vida amorosa e com nós mesmos.

“A vida nos oferece toda a sorte de dificuldades e sofrimentos. O mais nocivo deles é o de origem emocional ou psicológico, pois ele causa estragos e impasses no nosso dia a dia, sem que percebamos sua origem. Somos competentes para criarmos situações de conflitos. Podem ser originários do nosso imaginário ou mesmos situações reais que acabam tendo repercussões excessivas em nossa psique. Se não tivermos mais intimidade com nosso mundo interior e tentar desvendarmos estas arapucas emocionais, nos tornaremos experts na “Arte de ser infeliz”.

Mas a boa noticia é que podemos amenizar estes impasses que geram abatimentos, ansiedades e desgastes nas relações, nos levando a uma vida mais interessante e prazerosa. É com isso que o psiquiatra Nelio Tombini trabalha há décadas e que deseja compartilhar com vocês, através do livro, palestras, consultorias e workshops.

COMPRE SEU EXEMPLAR.

Leia aqui a opinião do jornalista Juremir Machado da Silva sobre a obra de Nelio Tombini.




Mesmo sendo cultos, inteligentes e tendo dinheiro, podemos ser analfabetos emocionais.

Quanto tempo você fica chateado quando as coisas não saem bem?

Quando chefes são mandões, os colaboradores aparentemente se submetem, entretanto, estão prontos para sabotarem.

O poder pode destruir relações, mas a potência resgata! Saiba como.